Quais os principais problemas da mobilidade urbana em BH?

05 fev 2020

A maioria dos grandes centros brasileiros não foi planejada para a enorme quantidade de pessoas que circulam por seus espaços. Ao longo do tempo, essas cidades sofreram transformações para comportar o grande fluxo de veículos que transitam por elas, porém as mudanças não foram eficientes.

Belo Horizonte é um exemplo típico em que os problemas de mobilidade são latentes e impactam na vida dos cidadãos. Soluções são pensadas, e o objetivo é melhorar a qualidade de vida da população.

Afinal, a mobilidade afeta a produtividade e o emocional dos indivíduos. Quer saber quais os principais problemas de mobilidade urbana em BH e suas possíveis soluções? Continue lendo este post!

Os principais problemas de mobilidade

Os problemas causados direta ou indiretamente pela mobilidade em BH não são uma novidade para os moradores e turistas. A falha estrutural dos transportes, a qualidade das vias, a sinalização e a quantidade de veículos nas ruas precisam ser considerados para que as soluções perdurem no longo prazo. Conheça agora os principais problemas de mobilidade da cidade!

Tráfego intenso

A questão central da mobilidade é a imensa quantidade de pessoas em um mesmo. Nessa disputa por lugar, o Brasil entendeu há pouco tempo que precisa reavaliar a relação entre as pessoas e o modo como se locomovem.

Carros, caminhões, ônibus e motocicletas precisam caber no trânsito; mas o problema é que muitas vezes os ciclistas e os pedestres são totalmente esquecidos no planejamento urbano. No entanto, são as partes mais frágeis dessa equação.

Transporte público insuficiente

Ônibus em péssimas condições e em quantidade insuficiente ou linhas de metrô que não ligam pontos importantes da cidade. Esses motivos fazem com que as pessoas busquem soluções individuais, e a consequência imediata é o aumento do tráfego. Isso é visível em dias chuvosos em que o número de carros aumenta consideravelmente.

Falta de estrutura

Outro grande problema é a estrutura da cidade que não é a ideal para viabilizar melhorias significativas que facilitem a locomoção dos seus habitantes. O investimento para adaptar esse arranjo urbano é alto e muitas vezes deixado de lado por governantes. É fácil encontrar projetos de linhas de metrô inacabados ou que sequer saíram do papel.

Soluções para diminuir os problemas de mobilidade

As soluções para os problemas de mobilidade precisam envolver os governos, os cidadãos e as empresas, já que todos têm a ganhar. Aos poucos, as regiões metropolitanas, inclusive de BH, estão criando alternativas para desafogar o trânsito. Veja agora algumas dessas possibilidades!

Corredores exclusivos para ônibus

Os corredores exclusivos para ônibus contribuem para dar agilidade ao transporte público e ainda são uma forma de incentivar os motoristas de veículos particulares a adotarem o transporte coletivo. Nos corredores exclusivos, os ônibus ganham mais velocidade, além de desobstruir o tráfego comum.

Integração com o metrô

As linhas de metrô ainda são poucas e não contemplam todos os lugares de grande fluxo de pessoas na cidade. No entanto, a sua integração com os ônibus ajuda a alcançar um maior número de pessoas.

Incentivo ao uso de bicicletas

Outra possibilidade de locomoção que tem sido bastante incentivada são as bicicletas. Elas são sustentáveis, não ocupam grandes espaços e ainda servem como exercício físico. Porém, o que ainda impede que sejam usadas por mais pessoas é a falta de segurança no trânsito para os ciclistas e a pequena quantidade de ciclovias.

Adoção de caronas compartilhadas

Muitas empresas têm investido no sistema de caronas compartilhadas — aplicativo que une pessoas que trabalham na mesma empresa e moram relativamente perto — na tentativa de facilitar e melhorar a vida e a produtividade dos seus colaboradores. É uma alternativa que traz um ótimo custo-benefício e ainda diminui o número de carros nas vias.

A mobilidade urbana em BH ainda será pauta de muitas discussões e transformações. Uma coisa é certa, as pessoas já entenderam que precisam buscar alternativas para se locomover na cidade. Isso tem envolvido também uma forte mudança de comportamento. Portanto , se você quer melhorar sua qualidade de vida e a sua mobilidade, talvez seja a hora de começar a pensar em alguma dessas possibilidades.

Quer conhecer mais alternativas? Veja nosso post sobre soluções de mobilidade urbana e como colocá-las em prática!

Compartilhar nas redes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Todos os campos abaixo são obrigatórios.

Procurar

Guia de mobilidade corporativa.

Saiba como aumentar a eficiência e reduzir custos de transporte na sua empresa.

Assine nossa newsletter

Últimos posts

Mês de publicação

Leve o Bynd para a sua empresa ou universidade